A Verdadeira Luz do Natal

A Verdadeira Luz do Natal
by

natal

O Natal certamente é uma das datas do calendário cristão que foi mais prejudicada pelo consumismo e pelo espírito materialista do nosso tempo. Animados com toda a pompa dos presentes, rodeados por todo o brilho das luzes que piscam enfeitando a maravilhosa árvore de natal, deslumbrados pelos enfeites e pelo cardápio sem igual.

Tão maravilhados com tanta luz, riqueza e luxo, nosso coração mal consegue penetrar aquela noite fria em que um casal viajante buscou abrigo em todas as hospedarias de Belém, sem sucesso algum. A luz é tanta  que não podemos sequer ver as expressões preocupadas e o temor de José ao perceber que sua mulher amada havia entrado em trabalho de parto. As dores, o líquido aminiótico se esvaindo, as contrações cada vez mais aguda e ritmadas. O desespero de José e o completo abandono desse casal na noite fria, caminho duro até uma estrebaria, até um curral, cheiro de esterco, de animais. Nenhuma hospitalidade para acolher no mundo aquele que o criara. Triste e cósmica ironia…

Na escuridão, deitada ao chão cheio de capim e sujeira, lá estava Maria, amparada apenas por seu marido, dando à luz em meio ao anonimato e à escuridão. Naquela noite fria, Maria e José eram apenas sombras, gente sem nome, sem teto, sem ajuda, sem nada nem ninguém. Contudo, no meio da escuridão brilhou uma pequena luz. Pequena mas intensa e pura, clara e poderosa. Não eram luzes de natal a piscar, o ambiente não estava decorado, não havia comida gostosa nem risos ao desembrulhar de presentes. Lá estava aquela criancinha envolta em trapos, chorando, ainda suja, olhinhos apertados. Lá estava aquele menino, aquele bebê que havia criado o mundo, que fez os céus e criou o homem, lá estava o Criador revestido ingenuamente de sua própria criatura, exposto, frágil. Natal não é para entender, não é para comprar, não é para vender. Natal é tempo para contemplar o amor encarnado em um bebê: Jesus, o Cristo, o Filho de Deus.

Pr. Jeferson C. Alvarenga

share

Recommended Posts