Equilíbrio na Espiritualidade

Equilíbrio na Espiritualidade
by

Deus nos fez seres físicos, emocionais e espirituais. No princípio o Eterno tomou o pó da terra e soprou seu fôlego sobre esse elemento físico, nos fazendo seres tanto físicos quanto espirituais. E o que significa “espiritual”? Para nós cristãos espiritualidade significa que fomos criados para experimentar um relacionamento pessoal e íntimo com o nosso Criador, o nosso Pai, pois fomos criados a sua imagem e semelhança e com a capacidade de nos relacionarmos com o Eterno. Contudo, a queda nos colocou em uma situação de morte espiritual (Ef 2.1-6), pois ao darem as costas para o Eterno nossos primeiros pais desconectaram essa relação pessoal com o Deus.
É exatamente aí que entra o amor e a misericórdia do Pai, que estabeleceu um plano para nos levar de volta para Ele mesmo e enviou seu Filho para morrer na cruz nos substituindo na punição merecida pelo pecado. O Apóstolo Paulo nos ensinou que por causa do que Cristo fez fomos retirados da condição de morte espiritual na qual nos encontrávamos e passamos a experimentar vida no Espírito (Ef 2). Fomos reconectados ao Pai e agora vivemos uma espiritualidade verdadeira. Mas ainda sim, essa espiritualidade pode tropeçar em desequilíbrios.
Ao lermos as epístolas de Paulo – especialmente aos Gálatas e aos Coríntios – podemos ver como a espiritualidade do cristão pode desequilibrar pendendo excessivamente para um legalismo turrão que esquece a graça de Deus (e até a despreza…) ou por outro lado esquece que após a graça vem a obediência, vivendo um estilo de vida que em nada difere daquele que não conhece a Cristo. Excesso de lei, falta de graça. Excesso de graça, falta de obediência. Sabemos que as Sagradas Escrituras não perdem seu equilíbrio jamais e por isso somos ensinados a confiar no Evangelho totalmente para nossa salvação e aplicar o Evangelho totalmente em nossa obediência diária a Jesus. Somos salvos pela cruz. Somos chamados a levar a nossa cruz. Fomos salvos por Jesus Cristo. Somos discípulos que desejam viver como Jesus. Poucas pessoas colocaram essa necessidade de equilíbrio tão bem quanto Dietrich Bonhoeffer: “só aquele que crê é obediente, e só aquele que é obediente crê”.


Pr. Jeferson

 

share

Recommended Posts