Home > Quem somos

Quem somos

Conheça o sonho que gerou o projeto, as pessoas que se envolveram na sua história e quem são os voluntários que servem a comunidade por meio do Projeto Frutificar.

O Projeto Frutificar surgiu no ano de 2009 a partir de um dos Pequenos Grupos da Igreja Presbiteriana do Barreto. As atividades aconteciam na região conhecida como Pátio da Leopoldina na casa da Srª Maria José Gonçalves Gomes Machado, conhecida como Deca. No intuito de promover a edificação dos membros do Pequeno Grupo, passou-se a receber um grande número de crianças e adolescentes na faixa-etária de 05 à 17 anos que eram moradores da comunidade da Leopoldina.

Percebendo a necessidade de fazer algo mais pelas crianças e adolescentes além de lhes ensinar valores cristãos, observamos que muitas delas durante as atividades apresentavam dificuldades de aprendizado e não tinham um bom rendimento escolar. Alguns adolescentes com quinze anos ainda estavam nas séries iniciais do Ensino Fundamental. Grande parte dessas crianças estudam na rede pública municipal de educação.

Visando impactar de forma mais significativa a vida dessas crianças e adolescentes assim como de suas famílias, alguns participantes do Pequeno Grupos se disponibilizaram a separar um tempo de sua rotina diária para dar assistência de forma mais próxima e conhecer um pouco mais a realidade familiar das crianças. Desse modo, surgiu a ideia de oferecer aulas de reforço escolar e assim, contribuir para a transformação da realidade dos envolvidos. Alguns dos nossos adolescentes foram inseridos no programa Jovem Aprendiz do Instituto JCA.


As necessidades da Leopoldina

A região conhecida como Pátio da Leopoldina é localizada no Bairro do Barreto em Niterói. Os moradores mais antigos foram ferroviários, funcionários da antiga Estrada de Ferro Leopoldina, que no período anterior ao golpe militar de 1964, constituíram uma categoria profissional muito atuante, pertencendo a um dos sindicatos mais tivos em prol das lutas dos trabalhadores.

Esse núcleo inicial, ao longo do tempo recebeu melhorias da Prefeitura, com drenagem, pavimentação e implantação de um módulo do Programa Médico de Família. No final da década de 90 houve forte ocupação de famílias que não tinham vínculo com os antigos moradores, com a construção de residências na parte plana do terreno, entre a comunidade original e a antiga Estação de Cargas.

Hoje, grande parte dos moradores são trabalhadores da construção civil, empregadas domésticas, diaristas, ambulantes, etc. Muitos são assalariados com renda de até um salário mínimo por família e cadastrados e inseridos nos programas de Transferência de Renda do Governo Federal através do Programa Bolsa Família. O número de desempregados também é visível e é justificado por alguns moradores pela falta de oportunidade, de qualificação profissional e baixa escolaridade.

Em visita domiciliar, verificamos que tais famílias são compostas por até seis membros e em sua grande maioria chefiadas por mulheres (mães e avós). Por ser uma comunidade empobrecida, o índice de violência é perceptível e a interferência do tráfico de drogas também é uma realidade na região facilitando assim, a aproximação e o envolvimento de crianças e adolescentes com tal prática dentro da comunidade.

Os equipamentos públicos sociais na região são compostos apenas por serviços básicos de saúde através do Programa Médico de Família (PMF) e educação (uma escola estadual e uma municipal). Não há ONGS ou nenhum outro programa social direcionado para assistir as crianças e adolescentes locais.

A partir desse universo apresentado, o Projeto Frutificar assiste no momento cerca de 40 crianças alcançando um total de 60 famílias já cadastradas. Cursos de qualificação profissional como o programa Jovem Aprendiz através de parcerias com instituições, além de atividades de reforço escolar, recreação, atividades culturais e esportivas.

Temos recebido ainda,o apoio da empresa de transportes Auto viação 1001 que, através de seus funcionários contribuem com doações de brinquedos, roupas e cestas básicas em datas comemorativas como o dia das crianças, páscoa e natal.


A visão do Projeto Frutificar

A visão do Projeto Frutificar é ser referência no processo de transformação de crianças, adolescentes e suas famílias em situação de vulnerabilidade social, acompanhando as famílias assistidas pelo projeto na localidade da Leopoldina e Buraco do Boi no Barreto.

A missão do Projeto Frutificar portanto é contribuir para o desenvolvimento dos participantes em diversas áreas.

Na área espiritual, trabalhando valores éticos cristãos.
Na área cognitiva, ampliando o universo cultural e estimulando o pensamento criativo e facilitando as condições básicas de profissionalização.
Na área emocional, proporcionando acompanhamento psicológico e melhorando o relacionamento em várias dimensões sociais.
Na área física, viabilizando a prática de atividades esportivas e recreativas.
Na área educacional, promovendo o reforço escolar das séries iniciais do Ensino Fundamental.
Os valores do Projeto Frutificar são:

A ética,
Inclusão social,
Fortalecimento de vínculos familiares,
Comprometimento,
Resgate da autoestima e
Autonomia.
O público alvo do Projeto Frutificar são crianças e adolescentes de 05 à 17 anos e seus familiares.


Objetivos do Projeto Frutificar

O Objetivo Geral é promover a inclusão social através de valores ético-cristãos às crianças, adolescentes e seus familiares inseridos no projeto.

Os Objetivos Específicos são em primeiro lugar acompanhar o desempenho escolar de crianças e adolescentes inseridos no programa através do reforço e do nivelamento.
Em segundo lugar, promover a inclusão das crianças e adolescentes através de atividades esportivas, recreativas e culturais.
Em terceiro lugar, encaminhamento e promoção de cursos de iniciação e qualificação profissional dos adolescentes com idade à partir de 14 anos.
Em quarto lugar, oferecer alternativas que oportunizem a geração de renda às famílias com promoção de oficinas de qualificação profissional através de parcerias com instituições.
Em quinto lugar, trabalhar o resgate da dignidade pessoal elevando a auto-estima das famílias através de oficinas de família.
Em sexto lugar, fortalecer e preservar a família através do resgate de valores ético-cristãos.


Agenda do Projeto Frutificar

Atualmente, o Projeto Frutificar funciona no imóvel situado a Rua Monsenhor Raeder, 35, Bairro Barreto, Niterói-RJ.

No momento estamos trabalhando na forma de oficinas:

Oficina de Artes e Brincadeira (oficina de inclusão lúdica)
Oficina de Ballet
Oficina de Violão (musicalização)
Oficina de Língua (espanhol, inglês)
Oficina de Maquilagem
Oficina de Culinária
Um dos critérios de participação da criança/ adolescente no projeto é que estejam estudando e com boa frequência escolar.


Quadro de Voluntários do Projeto Frutificar

Rubia – Coordenadora e Voluntária da Oficina de Artes e brincadeira

Juliana – Voluntária da Oficina de Artes e brincadeira

Carolina – Voluntária da Oficina de Ballet

Maria do Socorro – Voluntária da Oficina de Maquilagem

Pr. Jeferson – Voluntário da Oficina de Violão

Marcos – Voluntário da Oficina de Violão

Paula – Voluntária da Oficina de Espanhol

0 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *